Gostamos de guardar sorrisos

“O jardineiro conversava com as flores e elas se habituaram ao diálogo. Passava manhãs contando coisas a uma cravina ou escutando o que lhe confiava um gerânio.”

Pode ser pura fantasia mas revemo-nos tanto nesta prosa.
Um diálogo que une a mais bela expressão da natureza com alguém
que faz da arte floral não só realização profissional mas, sobretudo,
um gosto especial, um sonho que é real.

Boas-vindas a quem nos visita,
na expectativa de que se deliciem com cada detalhe.
Obrigada